quinta-feira, maio 30, 2024
InícioNotíciasDilma dá calote em empresa de aluguel de veículos usados durante viagem...

Dilma dá calote em empresa de aluguel de veículos usados durante viagem aos EUA.

Eduardo Marciano é dono da NS Highfly Limousine, uma empresa de aluguel de limusines que atua em São Francisco (EUA) e tem chamado atenção por reivindicar uma dívida de US$ 100 mil (R$ 348 mil) do governo brasileiro. Marciano acusa o governo de ter dado um calote em sua empresa durante a viagem de Dilma Rousseff aos Estados Unidos no final de junho. Na ocasião, quase trinta pessoas da NS Highfly Limousine – entre motoristas, telefonistas e secretária – realizaram o serviço de transporte da comitiva brasileira. O Itamaraty reconhece a dívida e informa que o pagamento deve cair na conta de Marciano nas próximas horas. O atraso teria ocorrido devido a cortes orçamentários.
Segundo Marciano, 25 veículos, 2 ônibus, 1 caminhão baú e 1 Sprinter van foram utilizados para transportar os “ministros e outras autoridades da presidência,a filha da presidente, chefes da secretaria, polícias federais, polícias do exército Brasileiro e da Marinha do Brasil, seguranças da escolta da presidente, embaixador, conselheiros e secretários do Itamaraty. O serviço foi realizado, mas Marciano ainda não recebeu o pagamento.

A história do caso – e de sua saga para receber o pagamento – foi publicada no Facebook de Marciano na última quinta-feira (13/08). Até esta tarde, a postagem já contava com mais de 14 mil compartilhamentos. “O problema todo é que foi feito o serviço, mas o Consulado do Brasil não tem dinheiro para pagar. O serviço chega a quase US$ 100 mil. Já se passaram quase 2 meses e não me pagaram nada, nenhum centavo”, escreveu. Ele afirma que já foi ao Consulado do Brasil em São Francisco onde foi informado que não havia dinheiro para pagar o serviço “pois nossa presidente está viajando e gastando mais do que tem nos cofres do governo”.
O Ministério das Relações Exteriores informou que foram liberados os recursos para quitar a dívida na última sexta-feira, mas que ainda existem trâmites burocráticos que precisam ser resolvidos para que a empresa de Marciano receba o dinheiro. A previsão do Itamaraty é que o pagamento seja efetuado nas próximas horas.

O ministério também afirmou que há uma imprecisão no relato do empresário. “Não foi utilizada nenhuma limousine para o transporte da comitiva. Apenas vans, carros pretos oficiais, caminhão e ônibus”.

A área internacional da Secretaria de Imprensa da Presidência da República confirmou que o pagamento não havia sido realizado antes por conta das dificuldades financeiras enfrentadas pelo Itamaraty devido aos cortes orçamentários e afirmou que a pasta está quitando dívidas com fornecedores não apenas desta viagem específica como também de outras realizadas pelo governo.

Fonte: Época

RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular