quinta-feira, abril 18, 2024
InícioNotíciasGrupo de 27 pessoas que cobravam para realizar casamentos fraudulentos é investigado...

Grupo de 27 pessoas que cobravam para realizar casamentos fraudulentos é investigado na Flórida.

Promotores federais nesta terça-feira acusaram 27 suspeitos do sul da Flórida, de fraude em casamento, incluindo organizadores, recrutadores e imigrantes ilegais.
As principais réus – Inaldo Chavez, 57, de Hialeah, Caridad Baez, 50, de Hialeah e Masiel Puron, 33, de Marathon – são acusados de cobrar uma taxa para arranjar casamentos fraudulentos entre cidadãos americanos e estrangeiros indocumentados.
O trio também são acusados de autenticar licenças de casamento falsos, completar documentos necessários da imigração e preparar os participantes para as suas entrevistas com Serviços de Cidadania e Imigração.
Enquanto eles estavam organizando os casamentos fraudulentos entre 2011 e 2014, Chavez e Baez também tentaram obter a naturalização de forma ilegal, de acordo com o escritório do advogado os EUA.
O caso foi investigado pela Imigração e Alfândega.

Fonte: Miami Herald

RELATED ARTICLES

Most Popular