sábado, junho 22, 2024
InícioNotíciasSeis mil presos são libertados antes do tempo nos Estados Unidos.

Seis mil presos são libertados antes do tempo nos Estados Unidos.

O governo dos Estados Unidos anunciou uma série de medidas pra reintegrar presos à sociedade. E também reduzir a imensa população carcerária do país.
De sexta-feira (30) até segunda (2), seis mil presos ganharam a liberdade antes da hora. Eles foram condenados por produzir ou vender drogas, como Greg. Ele conta que era viciado em heroína.
Outros 40 mil presos federais que não cometeram crimes violentos podem ser soltos antes do fim da sentença. É que a pena mínima obrigatória pra esses tipos de crime foi reduzida.
Hina está preocupada com a segurança. “Ter essas pessoas de volta nas ruas pode ser um problema sério”, diz ela.
Mas um estudo do governo mostrou que, depois de cinco anos, a taxa de reincidência entre os presos que tiveram a pena reduzida foi ligeiramente menor do que a dos que cumpriram toda a pena.
Um dos objetivos é reduzir a superpopulação carcerária. Os Estados Unidos têm o maior número de presos do planeta: 2,2 milhões. São tantos que cidades como Nova York têm presídios verticais. Um deles tem 10 andares e fica bem no centro da cidade. O número de prisões explodiu com a política rigorosa de combate às drogas nos anos 80 e 90.
A tolerância zero, com penas severas, diminuiu a criminalidade, mas levou pra cadeia principalmente minorias: jovens negros e latinos. Hoje, democratas e republicanos defendem um relaxamento da punição. O argumento pra muitos conservadores não é direitos humanos: é custo.
O país gasta o equivalente a R$ 300 bilhões por ano para manter os detentos atrás das grades. Pro presidente Barack Obama, reformar a justiça criminal é questão de honra.
Nesta segunda, ele anunciou medidas pra reintegrar os ex-detentos. O governo vai dar bolsas de estudo, oferecer cursos de requalificação profissional e facilitar o acesso à moradia. A ideia é dar uma segunda chance. E quebrar o ciclo: pobreza, criminalidade, prisão.

Fonte: G1

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular