segunda-feira, abril 22, 2024
InícioNotíciasAbaixo-assinado pede que pais de menino que caiu em jaula de gorila...

Abaixo-assinado pede que pais de menino que caiu em jaula de gorila sejam processados por negligência

Os pais de um menino de 4 anos que entrou na jaula de um gorila no zoológico de Cincinnati, em Ohio, nos Estados Unidos, podem até ser processados por negligência, segundo informações do jornal “Daily Mail”. Para proteger a criança, as autoridades do parque mataram o animal de 17 anos. Todo o incidente foi gravado por um celular, e centenas de pessoas culparam a mãe pelo menino ter entrado no recinto do animal.
 
Michelle Gregg usou o Facebook para agradecer o zoológico por ter agido rapidamente, e justificou a queda do menino na jaula alegando que acidentes acontecem mesmo quando os pais estão olhando os filhos. O menino não se feriu gravemente.
“Eu quero agradecer a todos por seus pensamentos e orações por hoje que começou como um dia maravilhoso e se transformou em um dia assustador. Para aqueles de vocês que têm visto as notícias ou as mídias sociais, foi meu filho que caiu na exposição do gorila no zoológico. Deus protegeu meu filho até que as autoridades fossem capazes de chegar até ele. Meu filho esta seguro e saiu com uma concussão e alguns arranhões … sem ossos quebrados ou ferimentos internos. Como uma sociedade, somos rápidos em julgar como um pai poderia tirar os olhos de seu filho, mas quem me conhece sabe que mantenho uma olhos firmes sobre meus filhos. Acidentes acontecem, mas estou grata que as pessoas certas estavam no lugar certo hoje. Obrigada a todos que me ajudaram”, escreveu Michelle no Facebook.
gorila-abatido
 
Segundo uma testemunha contou para a rede de TV “WLWT”, a criança entrou por cima da barreira após testemunhas ouvi-lo dizer a sua mãe que ele queria brincar no fosso de água no interior da jaula do gorila. “O menino tinha falado sobre o desejo de entrar na água. A mãe disse ‘Não, você não vai’”, contou uma testemunha que não sabe como ele conseguiu entrar no local.
Na jaula de Harambe havia também duas gorilas fêmeas. Quando o menino entrou no local, os funcionários foram chamados e Harambe ignorou as ordens para ficar longe da criança. Ele chegou a levantar o menino e o arrastou pelo fosso.
O gorila não foi tranqüilizado porque quando o animal está agitado, segundo o zoológico, o tranquilizante pode não ter efeito imediato.
 
Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o que aconteceu depois que o menino entrou na jaula. O gorila tenta proteger a criança, provavelmente assustado com as pessoas que gritavam, e num dos momentos observa a o menino, o levanta e dá as mãos a ele. O menino não demonstra medo, e também observa o enorme animal, mas acaba arrastado porque não consegue correr na velocidade de Harambe.
flores
 
Ex-tratador lamenta morte de Harambe
O treinador do gorila, Jerry Stones, de 74 anos, descreveu Harambe como um “gigante gentil”. “Ele era um cara especial na minha vida. Harambe era meu coração. É como perder um membro da família”, disse ao jornal “Ny Daily News”.
Stones também lamentou a ação. “Eu criei desde bebê, ele era bonitinho. Ele cresceu para ser um homem bonito.Ele era muito inteligente. Muito, muito inteligente”, acrescentou.
 
Um abaixo-assinado online pede que o zoológico de Cincinnati, nos Estados Unidos, processe os pais do menino que caiu na jaula de um gorila na semana passada, resultando na morte do animal.
Lançada no último domingo, a petição virtual, que está hospedada no site change.org, já recebeu quase 100 mil das 150 mil assinaturas previstas.
 
No abaixo-assinado, a americana Sheila Hurt defende que os pais da criança sejam processados por negligência.
“(…) A situação foi causada por negligência parental e o zoológico não é responsável pelos ferimentos da criança e os possíveis traumas associados ao episódio. Queremos que os pais sejam responsabilizados pela falta de supervisão e negligência que resultou na morte de Harambe (gorila)”, diz a petição.
 
“Acreditamos que a negligência possa ser um reflexo da situação que essa criança vive em casa. Pedimos que seja feita uma investigação sobre o ambiente familar do menino e de seus irmãos de forma que novos incidentes de negligência parental resultem em lesões corporais graves ou até morte”, acrescenta.
 
Fonte: Extra/Globo
 
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Most Popular